O site bom prá cachorro!
Home » » OS HERÓIS DO 1º BBS - BATALHÃO DE BUSCA E SALVAMENTO DO DISTRITO FEDERAL

OS HERÓIS DO 1º BBS - BATALHÃO DE BUSCA E SALVAMENTO DO DISTRITO FEDERAL

Written By CACHORRO BOM on sábado, 19 de março de 2011 | 15:30


1º Batalhão de Busca e Salvamento - Uma Instituição de Heróis   
 - Por Cláudia Zucco -    
A reportagem do Jornal Integração Brasil esteve visitando o 1º Batalhão de Busca e Salvamento - 1º BBS do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal. Acompanhando a equipe, estiveram as cinotécnicas (especialistas em treinamento de cães) Malu Bernardes e Tati Magalhães, que atuam no treinamento e capacitação de cães há mais de 15 anos.
O Cbm Roberto Batista, Sgt. Vieira, Ten. Tavares, Malu Bernardes, o labrador Sancho e Tati Magalhães no parque de viaturas do 1º BBS
O 1º BBS é uma instituição que agrega muito mais que soldados bombeiros. Agrega heróis, que com sua coragem e especialização ajudam a salvar vidas nas tragédias que acometem a nossa população em todos os rincões, não só no Distrito Federal, mas também em situações especiais em todo o país, como no caso do acidente do avião Boeing 737-800 da empresa Gol caiu em 2006 no Mato Grosso, matando 154 pessoas, na tragédia das enchentes em Santa Catarina,  e na tragédia das chuvas na região serrana do Rio de Janeiro este ano, onde os homens e cães do 1º BBS estiveram presentes, na localização de vítimas e sobreviventes. 
Os heróis do 1º BBs também estiveram presentes no Haiti, integrando o contingente de busca e salvamento das vítimas do terremoto em 2010.

Na missão do acidente da Gol estiveram presentes o
Cbm Roberto Batista, há 16 anos na Corporação juntamente com o cão Chacal, um herói labrador que se destacou quando o homens, depois de 16 dias trabalhando no resgate, exaustos, o cão continuou fazendo as buscas. Juntamente com Chacal foram os cães Brutus e Sancho.
"Quando eles latem, sinalizando que encontraram um corpo, a gente lamenta a perda de uma pessoa, que era importante para a sua família e seus amigos, mas se emociona com o dever cumprido!"  - Cbm Roberto Batista.

A reportagem foi recebida pelo
Ten Bm Tavares, que tem 10 anos na Corporação, da qual faz parte o Canil e 6 anos como comandante da Compania. Juntos, na Equipe de Treinamento de Busca e Resgate com Cães estão os Sgt Bm Vieira e o Cbm  Roberto Batista, que se encarregaram de apresentar as instalações do 1º BBS.

Uma instituição que dá orgulho a todos e que o Jornal Integração Brasil traz para o leitor um pouco de sua história.

O 1º Batalhão de Busca e Salvamento foi criado em 1965, funcionando em um pequeno barraco de madeira cedido pelo clube Cota Mil, no Lago Sul de Brasília - DF, recebendo a denominação de Serviço Lacustre.
No dia 14 de Agosto de 1965, o Serviço Lacustre executou sua primeira prevenção aquática, durante uma corrida de lancha ocorrida em frente ao Clube Cota Mil.
Em 1967, o Comandante Geral, nomeou o 1º SGT BM ORIVALDO JACOUD FILHO, como Chefe do SERVIÇO LACUSTRE, com a missão de construir as atuais instalações do 1º BBS.
Em 1969, o Serviço Lacustre foi denominado POSTO PROVISORIO – SERVIÇO LACUSTRE Nº 04, ficando conhecido como POSTO LACUSTRE.


Em 1971, o POSTO LACUSTRE foi elevado à categoria de Grupamento, para centralizar as ações de salvamento do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, denominado GSP (Grupamento de Salvamento e Proteção), tendo como 1º comandante o então Capitão Álvaro da Natividade. Cinco anos depois, o GSP foi denominado GRUPAMENTO DE BUSCA E SALVAMENTO e em 11 de Fevereiro de 1992 o GBS foi elevado à categoria de Batalhão, assumindo o nome de 1º Batalhão de Busca e Salvamento.
Hoje o 1º BBS é comandando pelo Ten. Cel. Negrão

O 1º BBS é responsável, como o próprio nome sugere, por atividades de busca e salvamento. Os militares são treinados e especializados para lidar com as dificuldades e peculiaridades da missão fim do Corpo de Bombeiros. Distingue-se das demais unidades por utilizar o uniforme de cor laranja (padrão internacional de salvamento) e atuar na área de todo o Distrito Federal e proximidades dos estados de Goiás, Minas Gerais, Bahia e Tocantins. O 1º BBS é o órgão setorial de execução responsável, perante o Comando Geral, pelo planejamento, comando, execução, coordenação, controle e fiscalização de todas as atividades de Busca e Salvamento em toda área de atuação do Comando Operacional. 


As atividades operacionais do 1º Batalhão de Busca e Salvamento são realizadas por meio das Companhias de Salvamento Aquático e Salvamento Terrestre.

Entre as principais atividades da Companhia de Salvamento Aquático destacamos: Busca e Resgate de cadáver, Busca, Resgate com Reflutuação de Objetos e Salvamento Aquático por meio de Mergulhadores de Resgate e Salva-Vidas. Dentre as principais atividades da Companhia de Salvamento Terrestre podemos destacar: Busca e Resgate em Colapsos Estruturais, Busca e Resgate com Cães, Salvamento Veicular e Emergências com Produtos Perigosos (Químicos, Biológicos e Radiológicos).

Hoje o 1º BBS conta com 120 homens, com 86 especialistas no grupamento terrestre e 12 especialistas na área do Canil. Mas aliado ao trabalho dos soldados heróis, estão os CÃES DE SALVAMENTO, um destaque que tem a atenção e o carinho da população
.

CÃES DE SALVAMENTO - HERÓIS E COMPANHEIROS
DE TODAS AS HORAS

O 1º BBS conta com 48 cães de salvamento, da raça Retriever Labrador, uma das mais conhecidas raças de cão. Notabiliza-se por sua amabilidade, inteligência e obediência.
É uma raça maravilhosa principalmente porque possuem um serenidade, alegria incomparável, boa resistência (tanto no quesito de saúde quanto física) excelente faro, curiosidade e interesse pelas brincadeiras. E quase não têm problemas com pele e nem pêlos, mesmo devido a intensos exercícios em meios aquáticos.
Devido a estas características, são frequentemente treinados para cães de caça, de assistência, como cães-guia ou de serviço. 
A raça Labrador é uma das mais populares em todo o mundo.

No plantel do 1º BBS já foi usado (com muito êxito inclusive) cães pastores, o PASTOR ALEMÃO. Esses cães sempre mostraram grande valia, porém com o passar dos anos, os pastores alemães apresentavam doenças de pele e pêlo (devido ao uso constante em águas, tanto por causa dos treinamentos quanto em buscas mais longas), porém são cães que normalmente possuem um equilíbrio fora do comum, transmitindo muita confiança, resistência física e confiança.


Os Cães do CBMDF contam com assistência Médica Veterinária durante 24 horas por dia.

Na maior parte do mundo os cães de trabalho requerem tratamentos diferenciados em se tratando de assistência médica veterinária, com os Cães de Busca Resgate e Salvamento do CBMDF não é diferente, o serviço conta com assistência médica veterinária durante 24 horas , onde uma clínica veterinária presta os serviços de atendimento ambulatorial, consultas e cirurgias. Esses serviços são devido a carga diária de trabalho dos cães e aos perigos que eles são expostos durante a realização de buscas. A clínica faz monitoramento constante nos cães com vacinações, vermifugações e exames complementares para garantir a integridade fisica desses animais tão valiosos, que desempenham seu papel com destreza e afinco.

ÁREAS DE ATUAÇÃO

A utilização da técnica canina pelo órgão operacional tem como objetivo, treinar cães e homens (binômios) para serem utilizados durante as operações de busca e salvamento de pessoas e/ou cadáveres em várias situações, tais como:

BUSCA DE AFOGADO

Busca de afogado no Lago Paranoá - Brasília - DF
Brasília possui muitas nascentes que formam vários córregos nas proximidades das cidades satélites. Adultos e crianças geralmente usam esses córregos como áreas de lazer sem se preocuparem com a segurança, gerando muitas vezes afogamentos, como ocorreu em uma das primeiras ocorrências do canil do 1º Batalhão de Busca e Salvamento em janeiro de 1997 no córrego do Varjão, nas proximidades do lago Paranoá, aonde várias crianças brincavam e foram surpreendidas por uma tromba d’água causando o óbito de uma menina de 08(oito) anos de idade. Após três dias de buscas, o canil foi acionado e compareceu ao local com dois militares  e os cães KART(out 1995/+julho/2009) e Coverinha (1995/+2007). Os cães foram empregados nas margens do córrego e após horas de busca deram indicação em uma galhada, os mergulhadores foram acionados e após o mergulho confirmaram o trabalho dos cães localizando e resgatando a criança.

BUSCA EM ESCOMBROS
 
Labrador Sancho em treinamento de localização em encombros
Busca em escombros visa localizar com mais agilidade as pessoas que estejam sob escombros de edificações que foram a colapso estrutural por fenômenos naturais, atentados terroristas, fatores adversos ou erro humano na hora da sua construção.
Pessoas presas sob escombros ficam desidratadas, pois não possuem acesso a água. Muitas apresentam hemorragias que, dependendo da intensidade, pode causar a morte por choque hipovolêmico.
A detecção da vítima sob os escombros deve ser o mais rápido possível e de forma confiável, pois depois que o cão indicar a área, dependendo da quantidade de escombros o resgate levará horas para ser concluído, daí vem a confiabilidade no trabalho dos cães, pois se indicar o local errado a equipe de resgate trabalhará em vão por horas. 

BUSCA EM MATAS

Missão de localização de ossada na Reserva do Caub
Brasília está localizada na região Centro-oeste do Brasil, cravada no meio de um dos maiores biomas do mundo que é o Cerrado. Possui pelo menos oito tipos de matas com características variadas.
Visando darmos mais agilidade nas buscas, escolhemos uma raça canina que se adequasse a todas essas variedades que o Cerrado oferece, tanto em mata ciliar quanto nas outras vegetações. Como o número de ocorrências crescem relativamente com o aumento do turismo ecológico e em apoio as cidades vizinhas que não possuem o serviço de busca e salvamento  somos acionados também para fora do Distrito Federal.
Missão de busca e localização de cadáver em Brazlândia- DF, em conjunto com a Polícia Civil
A vivência nas buscas mostrou uma realidade em houve a necessidade de adptação, tanto do bombeiro quanto o cão, pois quando nossos heróis saem para uma ação de Resgate de uma pessoa desaparecida em matas, teoricamente ela estaria viva, mas em alguns casos, é encontrado o cadáver.
Com base nessas ocorrências foram treinados os cães que buscavam somente pessoas vivas em matas para localizarem também cadáveres,  através de odores específicos. Com essa mudança técnica ganha-se tempo, economiza-se pessoal, cães e espaço físico nas instalações do canil, pois agora os cães são dinâmicos na realização de buscas de pessoas vivas e cadáveres.

APOSENTADORIA DOS CÃES HERÓIS

Normalmente a aposentadoria de, um cão se aposenta quando não consegue mais lidar com os rigores físicos do trabalho. Charles Melvin, líder da Equipe de Busca e Resgate K-9, informa que os cães de sua equipe geralmente se aposentam quando atingem 8 a 10 anos de idade. Em "The Art of Heroism" (A Arte do Heroísmo), Anthony Fernandez, que serve com o seu cão Aspen no Departamento de Resgate de Incêndio do Condado de Metropolitan Dade, explica que "a busca e resgate é um jogo para cães jovens. Ele pode ser estressante".

O trabalho em desastre urbano em particular é difícil tanto para o cão quanto para o treinador. Alguns cães de busca e resgate se aposentaram mais cedo após o ataque ao World Trade Center devido ao estresse extremo e a problemas de saúde oriundos das buscas no Marco Zero. Um cão pode se aposentar do trabalho de busca em desastres e passar para uma especialidade mais tranqüila como a busca em áreas amplas e desabitadas, ou ele pode se aposentar integralmente.  

Qando um cão de busca e resgate se aposenta, ele geralmente usufrui de sua aposentadoria com o seu treinador. Se o treinador não pode mais cuidar dele, existem organizações que encontram novos lares adotivos para os cães de busca aposentados. Em ambos os casos, o cão desfruta de uma vida de diversão, jogos e lazer, uma recompensa muito merecida para uma carreira de diversão, jogos e serviço.

Esse é o caso do nosso herói
CHACAL, criado, treinado e aposentado pelo seu guia, Cbm Roberto Batista, onde depois de tanto trabalho foi descansar merecidamente em sua residência. 
Endereço do 1º BBS:
Comandante: Ten Cel Negrão
SCEN Trecho Enseada 1 Lote 8
Brasília - DF - 70800100
Telefone : (61) 3901-3448

site: www.1bbs.com.br


GALERIA DE FOTOS 1º BBS
 O cães da raça Retreiver Labrador são escolhidos desde cedo para serem treinados para atuar nas missões do 1º BBS de Brasília - DF

O Cbm Roberto Batista com 2 filhotes de Retreiver Labrador no Canil do 1º BBS

O Cbm Roberto Batista, o Sgt Bm Vieira, o Ten Bm Tavares e o labrador Sancho

O labrador Sancho, herói de muitas missões de Busca e Salvamento

O treinamento utiliza um tubo de pvc com orifícios, onde o treinador coloca uma amostra de tecido humano ou drogas. Os cães "brincam" de achar o tubo. Nas missões, na verdade os cães estão "brincando" de achar o "brinquedo" com o cheiro característico e acabam por localizar vítimas e drogas. Um grande auxílio para os bombeiros e policiais a serviço da segurança da população.
Share this article :

4 comentários:

  1. Muito lindo o trabalho desse heróis do corpo de bombeiros, tanto homens como cachorros.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom artigo e homenageio o vosso trabalho...
    Sou tambem guia de busca e salvamento com c\aes....
    Um forte abraco.
    Fernando Oliveira
    Portugal
    ger_comando@hotmail.com

    ResponderExcluir
  3. Belíssimo trabalho!Estamos com um primo desaparecido em uma mata na região de Rio Casca.Será que poderemos ter esperança de uma ajuda de vocês?A maior parte das buscas tem sido feita pelos familiares e voluntários.Vejam o blog:
    http://www.procurandomainha.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Verdadeiros hérois!!! não só como profissionais, mas pessoais...pessoas acostumadas com a "vida" e a "morte", com coração de ouro. saudades cendeiro...

    ResponderExcluir

Os proprietários do blog se reservam o direito de não publicar comentários de Anônimos. Se você acha que pode falar o que quiser, identifique-se com nome completo e telefone. Não se esconda atrás do anonimato.

PET SHOPS AGORA SÃO OBRIGADOS A CONTRATAR VETERINÁRIO PARA INSPEÇÃO DIÁRIA NOS ANIMAIS

PET SHOPS AGORA SÃO OBRIGADOS A CONTRATAR VETERINÁRIO PARA INSPEÇÃO DIÁRIA NOS ANIMAIS
Medida entra em vigor a partir de 15 de janeiro para garantir bem-estar de animais sob cuidados de estabelecimentos como Pet Shop, Banho e Tosa e Lojas de Ração e Feiras de Animais que vendam ou tenham animais em exposição.
 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Proudly powered by Blogger
Copyright © 2011. PROJETO CACHORRO BOM - All Rights Reserved
Template Design by Creating Website Published by Mas Template